mês do cachorro louco 2

cartaz_agosto

o primeiro mês do cachorro louco do cineclube foi em agosto de 2004, ainda na casa de cultura, quando exibimos o bebê de rosemary, o exorcista o iluminado e o outro não lembro.  na época, tínhamos a participação do pedro moreira, da elisa oliveira e do já famoso nenê vianna. o pessoal se dava ao trabalho de fazer um caminho de velas até o auditório entre outras coisas. bons tempos.

na versão 2, trabalharemos com filmes do mojica e outros curtas do mesmo segmento.

oficinando

cine+

semana que vem começa a oficina do cine+cultura em porto alegre. são quase 60 participantes vindos de cidades diferentes dos 3 estados do sul do país.

“norteado por demandas apresentadas em diálogos com a sociedade civil, o ministério da cultura, sob orientação do programa mais cultura, promove a ação cine mais cultura. através de editais e parcerias diretas, a iniciativa disponibiliza equipamento audiovisual de projeção digital, obras brasileiras do catálogo da programadora brasil e oficina de capacitação cineclubista, atendendo prioritariamente periferias de grandes centros urbanos e municípios, de acordo com os indicadores utilizados pelo programa territórios da cidadania.”

a oficina de formação cineclubista tem um conteúdo extenso e vai ocupar todos os períodos da semana de 2 a 8 de agosto, no albert express hotel. o encontro ocorre em regime fechado, ou seja, somente podem participar os representantes das instituições contempladas pelo edital  que estarão hospedados no mesmo local, comendo, bebendo, descomendo, compartilhando conhecimento da manhã à noite. tipo, ninguém sai e ninguém entra. a equipe responsável pela produção e andamento da oficina é formada por francele cocco, francine nunes, fernando krum, luiz alberto cassol, gilvan dockhorn + eu.  a produção foi feita pela cocco e pelo krum e o conteúdo por todos.

depois da oficina, será feito o acompanhamento, através de monitoria e relatórios, de todos os contemplados.  outra etapa de pancadaria que deve durar 3 meses.

esperamos conseguir representar bem o cineclube lanterninha aurélio e formar novos cineclubitas que batalhem pela democratização do audiovisual. desejem-nos sorte agora, porque estaremos incomunicáveis até o término desse trampo.

aqui está o relatório das atividades