Danny Vincent em única apresentação em Santa Maria

danny_vincent

Danny Vincent, compositor, guitarrista e produtor argentino, chega a Santa Maria convidado pelo projeto Cesma in Blues para apresentação única.

Após 3 discos gravados em Buenos Aires, Argentina, Danny chegou ao Brasil em 1990.  Fundou a Albatross Blues Band e formou a sua atual banda em 1994, e desde então, tem tocado em todo território brasileiro, Chile, Uruguai e Bolívia, em mais de 1200 apresentações. A fusão entre o Blues Americano e o Rock Latino propicia uma cor inconfundível aos seus shows e lhe concede o rótulo de ser o único guitarrista da América Latina fiel ao legado de Carlos Santana.

Em 1996 grava pela Paradoxx o seu CD “Blues at Close Range” elogiado pelas mídias Folha de São Paulo, Jornal da Tarde, Guitar Player e Backstage.  Em 1997 faz um especial para a TV Cultura junto com Nuno Mindelis. Tocou nos mais importantes festivais de Blues Internacionais feitos no Brasil (“Nescafé & Blues” versões  95 e 96 no antigo Palace), compartilhando palco com artistas do calibre de Ronnie Earl, Robben Ford e Robert Cray.

Produziu o 2° (On the Loose) e o 3° CD (Navegaita) do gaitista Flávio Guimarães, sendo arranjador e co-autor de 5 músicas de “Navegaita”.

Em 1999 abre o show de B.B.King no Via Funchal  e o 1° Natu Nobilis Blues Festival (Porto Alegre) .
Abre também o último Bourbon Street Blues Fest na noite de Mark Hummel, considerado um dos 3 maiores gaitistas do mundo, e depois faz uma turnê com ele pelo Brasil.

Foi convidado para participar dos 3 encontros Internacionais de Harmônica do Brasil, realizados no SESC Pompéia, acompanhando a maioria dos músicos estrangeiros e nacionais. Em 2001 acompanhou Jimmie Wood e Johnny Rover. Em 2002, Mason Casey e em 2003, novamente, Mark Hummel. Já em 2004 comandou a banda de apoio para todos os gaitistas do Brasil. Neste último encontro, Mark Ford, irmão de Robben Ford, convidou Danny para tocar no final do seu show e elogiou muito o seu trabalho.

Em dezembro do ano que passou, tocou no Festival Paceña de Blues na Bolívia, junto a bandas de todo o continente.
No começo de  março de 2004 participou do consagrado Festival Internacional de Blues em Rio das Ostras, onde se apresentaram entre outros, Norton Buffalo (EEUU), Naná Vasconcelos e Yamandú Costa, e no final do mesmo mês voltou a Rio das Ostras para realizar o Tributo a Carlos Santana para 20.000 pessoas.

Danny_03

Os gaitistas da nova safra, Big Chico e Robson Fernandes, têm procurado os serviços de Danny. O primeiro como produtor musical (Blues is my Life) e o segundo como compositor de uma das musicas (Memories from Home ) do seu CD Sampa Blues.

Participou dos 2 Festivais Internacionais SESC´N BLUES 2004 junto a Stanley Jordan, Eddie C.Campbell e os maiores nomes do Blues do Brasil, realizados nas cidades de Ribeirão Preto e Santo André, onde finalizou o seu  show com a platéia toda aplaudindo em pé.

Participou em 2005 do festival de Blues do SESC São Carlos, acompanhado da excelente banda local Blues The Ville.

Participou ainda do Festival Internacional de Blues no SESC Araraquara, juntamente com Nuno Mindelis e Kenny Brown.

Em Novembro de 2005, Victor Biglione, Kenny Brown e Danny Vincent foram as atrações do Festival Internacional de Blues em Recife.

Em Dezembro de 2005 formou novamente dupla com Biglione no SESC Consolação abordando a veia latina de seus trabalhos.

Em Abril de 2006 Danny Vincent faz pela terceira vez o consagrado Danny Vincent -Tributo a Santana em Rio Das Ostras para 40.000 pessoas.

No ano de 2007, decide dar uma pausa para viajar para Argentina e terminar seu CD.

Na volta, é chamado a participar do “Manguetown Blues Festival” com a participação de destacados músicos de Blues do Brasil, entre eles Blues Etílicos.

Em 2008, Danny faz uma turnê pelo nordeste em 4 cidades, patrocinado pela OI Telefonica.
Sempre acompanhado por uma banda excepcional, os explosivos shows da Danny Vincent Band ficam na memória da platéia pelo sentimento e entrega.

No show de Santa Maria, Danny Vincent estará acompanhado pelo gaitista Jair Silveira, com quem tem dividido os palcos nessa turnê pelo sul do país. A abertura do show fica por conta da empolgante banda santa-mariense, Lenha Seca, comandada por Leonardo Copetti. Inclusive, a primeira edição desse novo formato do Cesma in Blues se deu com uma apresentação do Lenha, dia 22 de maio. Lembra?

Lenha Seca

Amanda Schreiner (Vocal)
Ninu Ilha (Bateria)
Leonardo Copetti (Harmônica)
Alexandre Cassel (Baixo)
Alexandre Gründling (Guitarra)
Vitor Vareiro (Guitarra)

O que: Cesma in Blues: Show internacional com Danny Vincent

Quando: 27 de julho, segunda-feira, 20h

Onde: Theatro Treze de Maio

Quanto: R$ 5,00 (estudantes, sócios do Teatro Treze de Maio);

R$10,00 público geral

Contato: bluesover@hotmail.com /

(011) 9377 9849 / 55 96319219

Opiniões

“O melhor guitarrista que eu vi desde que cheguei ao Brasil”

Nuno Mindelis –18/08/94 Correspondente para Sesc Pompéia

“O melhor espetáculo de Blues feito em Pernambuco em todos esses anos.”

Giovanne Papaleu, músico e produtor artístico das casas de espetáculos Downtown,  Uruguai Club, e Biruta no Recife e Olinda. – 30/07/ 2000

“Danny é o melhor guitarrista de Blues do Brasil”

Flávio Guimarães ( Blues Etílicos) – Diário da Manhã – Goiânia-21/07/99
“O melhor compositor de Blues fora dos padrões tradicionais”
Airton Seligman – 31/06/96 Jornal da Tarde – Caderno SP Variedades

“O CD de Danny é Blues da melhor qualidade”

Revista Backstage Número 21, ano 1996

“Um espetáculo para bluseiro nenhum botar defeito. Prato cheio para os amantes dos Blues”

Revista ROCK BRIGADE Número 130, ano 1997

“Destaque entre os lançamentos do mês”

Airton Mugnani Jr. – Revista On & Off

“Danny Vincent, dono de uns dos fraseados mais funky debaixo da linha de Equador”

Edson Franco – Folha de São Paulo-11/02/1999

“Danny é único no cenário de Blues de Brasil”

Airton Seligman – 24/03/96 Caderno Se diverte – Jornal da Tarde”

Arquivo para download: dannyvincent.jpg




Anúncios